Como as marcas descobriram a maneira mais eficaz de alcançar os consumidores por meio de sites, elas viraram a maré de maior fidelidade e atenção para seus telefones celulares. Isto criou novos desafios para as empresas, que têm estado imersas na tarefa de encontrar a melhor forma de criar uma experiência móvel que mantenha os utilizadores interessados, ao mesmo tempo que lhes facilita a passagem por cada etapa da jornada do cliente.

Aplicações Web Progressivas

Até agora, as aplicações web têm sido uma parte fundamental da situação empresarial da maioria das empresas, uma vez que permitiram aos programadores criar websites mais dinâmicos e intuitivos para atingir os utilizadores de forma mais eficaz.

No entanto, este tipo de web não é suficiente no momento, então uma nova geração de aplicações surgiu nos últimos dois anos, chamada de Aplicações Web Progressivas (PWA). Esta é uma versão mais avançada de um site, oferecendo recursos que geralmente estão associados a aplicativos móveis, sem forçar os consumidores a baixar o aplicativo da loja de aplicativos da Apple ou Android.

 

 

Graças às suas muitas vantagens, muitos desenvolvedores já adotaram este formato recentemente. Algumas das empresas mais proeminentes que usam PWA no momento são Flipkart, Instagram, Spotify, Telegram, Twitter, Facebook e Uber.

Embora todos esses serviços tenham aplicativos completos, eles têm um PWA para que os usuários que não podem ou não querem instalar aplicativos de tamanho completo tenham uma alternativa viável.

O Google também fez a sua parte para entregar PVS, que oferece Google Maps, Google Photos e Android Messages. Além disso, o gigante da pesquisa também introduziu recentemente a funcionalidade Trusted Web Activity no Chrome, permitindo que algumas PWAs ofereçam uma experiência sem mostrar a interface de utilizador do navegador Chrome.

 

 

No entanto, deve-se notar que essa funcionalidade está atualmente disponível apenas para desenvolvedores aprovados pelo Google neste momento, devido a problemas de segurança.

Vantagens do PWA

Ter um PWA é uma ótima maneira de trazer funcionalidades de aplicativos nativos para a experiência móvel de uma empresa. E não só isso, mas também lhe dá vários benefícios.

Em primeiro lugar, devido aos requisitos técnicos da própria aplicação web, o PWA é capaz de carregar muito mais rapidamente, mesmo em condições de rede menos otimizadas. Uma vez que 53% dos utilizadores deixarão um sítio se a carga for excessiva (ou seja, mais de 3 segundos), a velocidade é essencial, e qualquer ferramenta que possa reduzir a quantidade de atrasos experimentados pelos utilizadores ajudará a melhorar as medidas de conversão.

Segundo, dependendo do dispositivo, os usuários têm a opção de baixar esses aplicativos em sua página inicial, eliminando a necessidade de visitar a loja de aplicativos e navegar fora do site. Dependendo das permissões dadas, as PWA também podem enviar notificações push para pessoas.

Inconvenientes PWA

PWA pode parecer fácil de pensar, especialmente considerando que são fáceis de acessar para as pessoas, pois não requerem aprovação das lojas de aplicativos da Apple e Android, e são projetados para maximizar a confiabilidade e a facilidade de uso. No entanto, existem também algumas limitações que devem ser tidas em conta.

Primeiro, é muito mais difícil para os usuários do iPhone salvar as PWAs em suas telas iniciais, e os rígidos protocolos de privacidade da Apple podem dificultar o funcionamento adequado das PWAs que só funcionam na web.

Como os usuários de iPhone são responsáveis por 44,6% de todos os usuários de smartphones nos Estados Unidos, é importante que as marcas possam proporcionar a todos uma experiência que promova a fidelidade à marca, em vez de fazer com que as pessoas abandonem o processo com frustração.

Além disso, as PWAs consomem mais energia do que as aplicações nativas porque o código é muito mais complexo e os dispositivos têm mais dificuldade em interpretá-lo.

PWA vs. aplicativo móvel nativo

Dada a existência de alguns inconvenientes que podem dificultar a adoção de um PWA, é necessário repensar a utilidade das aplicações móveis nativas. Bem concebida, uma aplicação nativa pode oferecer uma experiência rápida e visualmente apelativa que tira partido de todas as funções do smartphone, como a câmara ou o GPS.

Os usuários podem armazenar suas informações pessoais e de pagamento nestes aplicativos sem medo de que o aplicativo irá apagá-lo após alguns dias, como é possível com PWA, tornando a experiência de compra mais eficiente.

A pesquisa mais recente também indica que os clientes voltam a comprar aplicativos com três vezes mais frequência do que em sites móveis, demonstrando que os aplicativos nativos são uma ferramenta eficaz para aumentar a fidelidade dos clientes.

Tanto as PWA como as aplicações móveis nativas oferecem vantagens significativas às empresas, pelo que não se devem limitar a uma ou outra. Cada um tem um papel específico a desempenhar no avanço da trajetória do cliente e no incentivo à fidelidade dos clientes, e dada a luta enfrentada por muitas marcas e a necessidade de capitalizar o e-commerce, é melhor cobrir o maior número possível de bases.

Conclusões

Todos os conceitos em torno da web móvel tendem a se unir para oferecer uma melhor experiência aos usuários. A maioria do tempo que as pessoas passam em seus smartphones se concentra em aplicativos nativos. No entanto, a web móvel também está a crescer, pelo que, embora as PWA apresentem grandes vantagens, é difícil posicionar uma opção sobre a outra.

Para um criador que não tem recursos técnicos ou orçamento para contratar desenvolvedores, um PWA pode ser uma boa alternativa para alcançar todos os usuários. Neste sentido, o objetivo é oferecer uma ferramenta que permita que a experiência do usuário seja a mais satisfatória possível a um custo adequado.

Ao implementar um aplicativo PWA e um aplicativo nativo, as empresas serão capazes de desenvolver uma estratégia móvel abrangente que leva em conta como as pessoas usam seus smartphones e maximiza o desempenho.