A adopção generalizada de tecnologias como a Realidade Aumentada (RA), Realidade Virtual (RV) e Realidade Mista (RM) são a melhor opção para oferecer aos consumidores uma experiência de imersão autêntica.

A prevalência da rede 5G e a disponibilidade de hardware de baixo custo com soluções imersivas serão a principal causa do crescimento do mercado de Realidade Mista.

Embora os primeiros produtos comerciais dependam muito do mercado consumidor, nos próximos anos a tendência de Trazer seu Próprio Dispositivo (BYOD) é mais provável que seja fortemente apoiada pela Realidade Mista.

A crescente adoção da RM nas indústrias de jogos e entretenimento, bem como o aumento da demanda da indústria de educação estão tendo um impacto positivo no crescimento do mercado. No entanto, o alto custo dos dispositivos de RM pode ser um obstáculo ao crescimento do mercado global.

O futuro do mercado da Realidade Mista

Deixando de lado os inconvenientes que podem surgir no caminho da Realidade Mista, o crescimento é impulsionado por fornecedores chave que estabelecem parcerias estratégicas com fornecedores externos que lhes permitem aumentar a sua área de actuação e capacidades de serviço ao cliente.

De acordo com os últimos estudos, espera-se que o mercado global de Realidade Mista cresça a uma taxa anual composta de mais de 40 por cento e alcance um valor de mais de $3.7 bilhões até 2025.

 

Mídia e entretenimento, incluindo jogos, são os setores que mais influenciarão o crescimento do mercado devido à necessidade de atender às necessidades dos consumidores.

Melhorar a experiência visual dos usuários está levando os provedores a implementar tecnologias de Realidade Mista em sua estratégia tecnológica. Isto significará uma melhoria na percepção sensorial devido à disponibilidade de conteúdos que ajudam a preencher a lacuna entre a imaginação e a realidade.

No entanto, nos próximos anos, o RM não se limitará apenas aos efeitos visuais, mas a melhorias tecnológicas imersivas em geral, como fones de ouvido RA, que melhoram a experiência de áudio ao filtrar sons específicos do mundo real.

Hoje, a América do Norte tem a maior fatia do mercado global, principalmente devido à alta adoção de produtos imersivos e avanços em tecnologia, incluindo 5G e Inteligência Artificial (IA).

Realidade Virtual no campo da saúde

Até agora, a mídia e o entretenimento têm sido apontados como os setores mais interessados em tecnologias imersivas, porém, nos últimos tempos, o setor saúde tem emergido como um claro “cliente”.

 

Pesquisas recentes mostram que um terço dos visitantes pela primeira vez a um hospital estão perdidos ou confusos no seu caminho. Mesmo os funcionários do hospital dizem que em situações críticas podem ficar confusos. Para um local tão específico, a deslocação pode representar um risco para a saúde tanto dos doentes como dos visitantes.

Diante dessa situação, os hospitais já estão investindo parte de seu orçamento em sinalização, quiosques digitais e outros sistemas de orientação. No entanto, após a implementação da Inteligência Artificial para melhorar a sua eficiência, encontraram uma grande oportunidade na integração das tecnologias de Realidade Virtual e Realidade Mista, para melhorar a situação de todos os utilizadores dos cuidados de saúde, desde os doentes, passando pelos colaboradores ou companheiros.

Para melhorar a orientação, a Realidade Virtual tem o maior potencial antes que o paciente ou visitante coloque os pés no campus do hospital. Usando um tour virtual ou um mapa interativo, os hospitais podem fornecer uma maneira poderosa de guiar as pessoas até seus destinos.

Embora as vendas de fones de ouvido VR estejam em ascensão, 50% mais remessas de fones de ouvido VR em 2019 do que no ano anterior, nem todos os usuários de centros médicos terão ou quererão usar fones de ouvido de Realidade Virtual, o que “força” os hospitais a ter esses dispositivos no hospital.

Pesquisadores da Universidade de West Virginia foram os primeiros a realizar um estudo para destacar a utilidade da RV para a orientação. Estes são mapas interativos que permitem uma visita prévia ao centro, como o oferecido pelo The Christ Center Health Network.

É importante acrescentar que estes passeios não requerem a criação de um hospital virtual. É muito mais fácil construir um tour habilitado para VR usando um software que permite que imagens panorâmicas de 360° da instalação sejam conectadas entre si. Esta é uma tecnologia prontamente disponível e, talvez o mais importante, o passeio fornece ao paciente ou visitante com imagens precisas do que eles vão ver no site.

Vários estudos descobriram que a experimentação com Realidade Virtual beneficia a retenção de memória, por isso a RV tem um longo caminho a percorrer para melhorar a experiência geral de orientação do paciente.

Realidade Aumentada e Orientação

Embora não existam actualmente hospitais que utilizem Realidade Aumentada publicamente para encontrar indicações, há alguns projectos em curso. Por exemplo, o Hospital Regional de Rochester está imerso em um projeto para criar protótipos que demonstrem o potencial da orientação móvel de RA para visitantes e equipe do centro.

Em um ambiente de saúde, a RA tem um potencial incrível. Por outro lado, em 2018, outro espaço público complexo, o Aeroporto de Gatwick, introduziu um sistema de orientação RA que utiliza 2.000 balizas a bateria em todo o aeroporto. Com as desvantagens do GPS indoor, os faróis fazem muito sentido e são relativamente fáceis de instalar e manter. Como resultado, Gatwick foi capaz de configurar o hardware em cerca de três semanas, seguidas de meses de testes.

 

 

De acordo com Abhi Chacko, chefe de inovação e negócios de TI no Aeroporto de Gatwick:

“Ao fornecer a infraestrutura, estamos abrindo as portas para uma ampla gama de provedores especializados em tecnologia aeroportuária, incluindo nossas companhias aéreas e varejistas, para lançar novos serviços em tempo real que podem ajudar os passageiros a se orientarem no aeroporto, evitar voos perdidos ou receber ofertas oportunas que poderiam economizar dinheiro.”

Conclusões

As tecnologias imersivas percorreram um longo caminho num curto espaço de tempo e espera-se que continuem a evoluir no futuro, expandindo-se para além dos sectores habituais, como os meios de comunicação social ou o entretenimento.

Nos próximos anos, as tecnologias imersivas melhorarão a orientação dos hospitais, graças à utilização de software que permite a navegação no interior dos edifícios.

Embora a orientação pareça ser a principal utilidade da Realidade Virtual, Aumentada ou Mista, há também outros usos, desde a capacidade das companhias aéreas de enviar atualizações de mensagens de texto, até ofertas promocionais de empresas de varejo.