Boosting cloud-based communications.

Em um contexto marcado pela atualização e migração das infraestruturas de TI das empresas, a transformação digital das operadoras tradicionais é indispensável para que se mantenham competitivas.


  • O aparecimento de OTT ou empresas de serviços de comunicação, transmissão de dados e criação de conteúdos audiovisuais; que capturaram quotas de mercado de serviços típicos dos agentes Telco tradicionais.
  • Os operadores tradicionais da Telco & Mídia estão cada vez mais sujeitos a regulamentações e limitações de natureza legislativa porque têm o caráter de serviço geral e público pela CNMC. A entrada de novos concorrentes fez com que suas margens fossem cada vez mais ajustadas.
  • As empresas de telecomunicações continuam dedicando fortes investimentos na criação e manutenção de infraestrutura, enquanto os investimentos do CAPEX em OTT's over the top se concentraram em Cloud e nos novos serviços de valor ao cliente, contra os quais as empresas de telecomunicações tradicionais estão tentando lutar.

Desafios

HW / SW

Concorrência com novos modelos de negócios que requerem infraestrutura de rede das operadoras de telecomunicações.

Monetização

Concorrência com mídias sociais que atingem grandes públicos com pouco investimento na geração de conteúdo.

APIficação

Adoção de estratégias de APIficação e DevOps que permitem novos modelos de negócios e a melhoria dos departamentos de TI.


Mobilidade

A utilidade dos serviços de voz vem diminuindo gradualmente em favor dos serviços de comunicação móvel. Embora as conexões fixas e os provedores de serviço móvel se esforcem para unir diferentes tecnologias para atingir as mesmas metas, veremos um aumento na cobertura, tanto nas redes sem fio como de cobertura móvel.

Conectividade Móvel

Nós gastamos 70% do nosso tempo conectado à Internet através de dispositivos móveis, e se espera que este número deva atingir 80% em 2019.

A conectividade móvel está superando de forma notável a conectividade através de linhas fixas, especialmente nos países em desenvolvimento.

A chegada do 5G

As redes 5G são um tipo de conexão sem fio projetada como uma substituição e evolução do 4G. Esse tipo de rede, impulsionado pela IoT, oferecerá melhorias drásticas em velocidade e inteligência, bem como menor consumo de energia.

Os operadores da Telco 3.0 tornam-se uma "mina de ouro" de dados, automatizando processos e melhorando a eficiência e o UX.



Controle daInformação

Cibersegurança

A segurança da rede, a criptografia de dados e a prevenção contra ataques cibernéticos são fundamentais para evitar o roubo de informações.

Usuários

Os consumidores exigem ter controle total sobre suas informações; exigindo a possibilidade de administrar, modificar e proteger seus dados.

Empresas

Demandam flexibilidade para escolher o hardware ou a infraestrutura de que precisam, sem se restringir a um único fabricante ou fornecedor.

Fabricantes

Tem como meta garantir sua competitividade, permitindo interoperabilidade e compatibilidade com várias soluções HW / SW.


Migrações:Cloud / VoIP

Cada vez com mais frequência, evolui de modelos com base em hardware para modelos de software com soluções em Cloud; já que estar vinculado a um único fornecedor ou fabricante limita a comunicação, a infraestrutura e os processos, além do alto custo de suporte e manutenção associada.

As soluções Cloud permitem total flexibilidade na instalação e administração da infraestrutura de comunicações, possibilitando os ajustes em função do crescimento das empresas e da administração das atualizações através da rede.

Em curto prazo, serão adotadas tecnologias de virtualização, como os contêineres SDN / NFV, que tornarão mais eficiente o uso de recursos adjacentes (servidores, redes, etc.). Esta situação irá impulsionar ainda mais o SaaS; assim, cada vez mais instâncias na nuvem funcionarão na infraestrutura de máquinas virtuais de um provedor usando o OpenStack.

Outra migração crítica no setor será a substituição de linhas RDSI pela tecnologia VoIP, que permitirá unificar serviços e utilizar a mesma rede para transmitir todos os tipos de dados (imagens, texto, voz, documentos, vídeo, etc.); sendo o processo de manutenção e correção de problemas da rede muito mais simples.

Durante 2019, as centrais virtuais em Cloud começarão a substituir a telefonia fixa.